Revisor é responsável pelo conteúdo?


O cliente deve saber diferenciar um revisor ortográfico-gramatical de um revisor técnico


A resposta ao título deste post é: depende. Se você for um revisor técnico, ou seja, especialista em determinada área ou assunto, você poderá ser contratado para revisar o conteúdo.


O que isso quer dizer? Você deve focar sua leitura nos conceitos contidos no texto, no conteúdo em si. Se a teoria inserida ali está correta, se as explicações, exemplos, teses e quaisquer outras informações fazem sentido naquele tema ou contexto.


Um exemplo: um revisor técnico de Química precisa saber se uma equação química está certa, se a teoria de Rutherford ou de Bohr foi explicada adequadamente etc.


Mas e no que se refere à língua portuguesa, ou seja, a ortografia, a gramática e o estilo? O revisor técnico deve dominá-la? Não obrigatoriamente. Muitas vezes, o revisor técnico é um professor da área ou um profissional de empresa com anos de experiência no tema. Ele domina o assunto, mas não as regras gramaticais.


Justamente o oposto do revisor ortográfico-gramatical.


Você deve concordar que é humanamente impossível um revisor dominar todos os assuntos existentes no planeta. E a profissão de revisor “obriga” o profissional a trabalhar a cada semana com um assunto novo e, muitas vezes, até desconhecido.


A melhor forma de fazer o fluxo de trabalho quando se precisa da revisão de conteúdo é:


1. Passar o texto pela validação de um técnico no assunto.

2. Aplicar os ajustes.


3. Com o arquivo limpo novamente, enviá-lo a um revisor ortográfico-gramatical.


4. Validar a revisão e seguir o cronograma editorial.


É claro que o revisor ortográfico-gramatical, durante a leitura, pode detectar problemas de conteúdo – tanto porque ele conhece aquele assunto quanto pelo fato do próprio texto se contradizer.


Por exemplo: se em determinado momento o texto diz que o Teorema de Pitágoras é a² + b² = c² e, páginas depois, ele diz que é a² + b² = c3, o revisor notará a divergência. Como nesse exemplo a questão é simples, uma rápida pesquisa na internet traria a resposta correta.


Mas se a divergência ou até a estranheza forem mais complexas, o revisor não precisa resolvê-las. No entanto, ele pode deixar um balão de comentário sinalizando o problema para que o autor ou o editor avaliem e resolvam a questão.


Para nós, a responsabilidade maior pelo conteúdo é sempre do autor. A equipe editorial serve para deixar o texto o mais adequado possível para o público final, bem como garantir toda a qualidade pertinente à produção editorial, mas a veracidade do conteúdo cabe ao autor. Por isso, é sempre importante contratar um profissional competente, com referências no mercado e no assunto a ser trabalhado.


Está crescendo o número de redatores freelancers no mercado, mas a qualidade dos textos não pode ir na contramão e cair. Espera-se de um redator muita pesquisa sobre o assunto e produção de texto autoral, para que depois o revisor técnico apenas confira e valide o que foi feito – não cabe a ele escrever/reescrever o texto.


Zelar pela qualidade e pela veracidade do produto deve ser sempre o foco de qualquer profissional do mercado editorial, em qualquer etapa.



Fino em Destaque
Recentes
Fino Arquivo
Categorias
Fino Social
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Designed by fabiorisso

© 2015 por Fino Verbo

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle