Trabalhando com PDF-XChange Editor e carimbos de revisão

Fino Verbo conta como tem sido trabalhar com duas ferramentas novas: PDF-XChange Editor e carimbos de revisão

No dia a dia de revisor de texto, a maioria dos profissionais está habituada a trabalhar com papel, arquivo em Word e arquivo em Adobe PDF.

Como já comentamos em posts anteriores, cada um desses meios tem suas particularidades, padrões e formas de trabalho.

Mas, recentemente, a pedido de um novo cliente, começamos a usar duas novidades: PDF-XChange Editor e carimbos de revisão.

Vamos dividir rapidamente com você como tem sido essa experiência!

PDF-XChange Editor

A Adobe tem dois programas úteis para trabalhar com PDF: o Adobe XI Pro e o Adobe Reader. Embora o primeiro seja bem completo, ele é pago. Já o Reader, é gratuito e é perfeitamente possível fazer revisão de texto com ele.

No Adobe XI Pro, os itens necessários para a revisão de texto ficam no campo “Comentário”:

No entanto, nosso cliente opta pelo software gratuito PDF-XChange Editor.

Nele, os itens usados na revisão ficam ao longo de uma barra de ferramentas no topo. Ele tem muitas funções parecidas com o Adobe, como “destacar”, “riscar”, “caixa de texto”, “post-it”, “anexar ficheiro”, “formas geométricas” e “carimbo”. E também algumas funcionalidades a mais: “desenho de linhas” e “máquina de escrever”.

Nossa avaliação: em termos de usabilidade, sem levar em conta a utilização de carimbos, achamos o Adobe um pouco mais prático para inserir as emendas, principalmente com a possibilidade de usar as ferramentas “adicionar nota para substituir texto” e “inserir texto no cursor”.

Carimbos de revisão

Os carimbos são as já conhecidas marcas de revisão no papel, só que em formato de imagem.

A intenção é manter a revisão o menos verbal possível, assim como é no papel.

Neste trabalho específico, os carimbos foram produzidos pelo nosso cliente e vieram em um arquivo PDF – bastou instalarmos no PDF-XChange Editor.

Para instalar, siga estes passos: Clique em “Carimbo” -> “Panópolia de Carimbos” -> “Adicionar carimbo novo a partir do ficheiro” -> Escolha o arquivo

-> Dê “OK” -> Selecione o campo “Todas”, em “Intervalo das páginas” -> Clique em “Adicionar novo...” -> Dê um nome para o grupo de carimbos -> Clique em “OK”.

Carimbos instalados! Basta conferir que eles estão no campo “Carimbo”.

São ícones dos mais variados – desde os tradicionais, até os inusitados, como este:

Como é possível criar qualquer carimbo, tem-se até letras acentuadas:

Nossa avaliação: os carimbos deixam a revisão mais organizada e limpa. Além de criar um padrão entre os revisores.

Já tivemos a oportunidade de bater emenda de arquivos com carimbos, e o processo é tão simples quanto com a revisão “tradicional” no Adobe.

Portanto, acreditamos que todas as etapas do processo editorial saem ganhando em tempo e organização se utilizarmos esse recurso.

Para a Adobe também há a opção de carimbos, mas não sabemos se a instalação deles é tão simples quanto no PDF-XChange Editor.

Gostamos da experiência! E agora queremos criar nossos próprios carimbos!

E você, já trabalhou com o PDF-XChange Editor? E com carimbos de revisão? Compartilhe a sua experiência deixando um comentário aqui.

Fino em Destaque
Recentes
Fino Arquivo
Categorias
Fino Social
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Designed by fabiorisso

© 2015 por Fino Verbo

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle